quarta-feira, 1 de abril de 2015

Top 5 | Portugal Fashion

Olá meninas e meninos!
Como vocês sabem eu semana passada participei deste evento maravilhoso em que a moda está dentro e fora da passarela. Entre muitos desfiles há uns que me chamaram mais atenção e me fizeram escrever este post. Este top 5 é sobre os desfiles que mais gostei, e é também uma forma de vocês verem as apostas de alguns estilistas para o outono e inverno.
Neste desfile não consegui tirar boas fotos, por isso estas foram tiradas da Vogue. O que achei interessante neste desfile foi o facto de combinar tecidos leves com cortes em todas as direções que tornam as peças mais dinâmicas e muito modernas. Além de tecidos leves temos as cores clássicas do preto e do branco, mas a estilista também incluiu peças em tons de castanho e bege que nos transporta para um estilo mais livre independentemente dos tecidos usados. Gostei muito! 

As cores apostadas pela estilista Fátima Lopes foi muito diferente dos outros desfiles. Vimos pretos (a cor que predominou no Portugal Fashion), tons de vinho, vermelhos, castanhos e verde escuro. Contudo é importante destacar a combinação de tecidos diferentes na mesma peça (quarta imagem), assim como a volta dos cordões tanto em peças de vestuário como no calçado (primeira imagem). Novamente tecidos leves, mas desta vez combinados com tecidos que nos fazem lembrar as estações mais frias como o caso do veludo e os famosos casacos de pelo. No fundo continua numa linha clássica, intemporal, mas com novas apostas.

Para mim o desfile que mais se destacou no Portugal Fashion. Muito diferente dos que já tinha visto nessa noite. A estilista apresentou uma coleção para outono/inverno cheio de cor e peças bem diferentes. Apostou na tendência militar, mas combinou muito bem com o feminino no uso de vestidos, saias midi e o uso de renda, sobreposto com outros tecidos. Foi definitivamente o meu favorito, com apostas também em capas/ponchos em cores entre os verdes e os azuis. Outro ponto muito interessante foi o uso do estampado e as calças que afunilam e terminam em boca de sino. E o final foi incrível com as modelos a tirar selfies!! Gostei muito!




No desfile do Ricardo Preto continuou-se afirmar o uso de tecidos leves, mas desta vez acentuar partes do corpo. Também apostou numa linha mais clássica (imagem dois e três), e em padrões e cores, apesar do preferencial ser os tons escuros.

Além de desfile foi também uma performance. Muito na linha de roupas que não marcam o corpo, mas sim leves e soltas, como quase todos os estilistas optaram. O uso das cores neste desfile foi fundamentalmente com verdes, amarelos, lilás, vermelhos e claro preto, mas muito pouco em relação aos outros. Gostei essencialmente dos casacos longos com a ligeiramente acima do pulso combinados com luvas que para mim é um must-have!



A pensar também nos meninos destaquei peças de dois desfiles que achei muito interessante de partilhar.
 A marca Dielmar completou 50 anos e o desfile foi uma forma de comemorar e com muita classe! Para além do convencional fato clássico que os homens estão acostumados a usar, neste desfile vimos novas apostas em conjugar blazer com calça de cor diferente, o uso do veludo (quarta imagem), o colete volta em força em várias cores e descoberto do blazer, assim como aposta no uso de lenço e gravata, ambos por baixo do colete. Um estilo muito clássico e intemporal que torna-se moderno pelo uso de cores não convencionais. Gostei muito!

Ao contrário do desfile da Dielmar, o estilista Ricardo Preto apresentou peças muito modernas num estilo mais casual. É uma coleção com vários tons de cinza e azuis e menos preto, um ponto positivo visto que a maior das apostas foi em tons pretos.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por comentar ♥